Candidatos a prefeito de João Pessoa vão debater propostas para o Turismo

Rodadas de discussões iniciam em setembro

Por iniciativa do Convention Bureau de João Pessoa, com o apoio de todas as entidades empresariais e profissionais que atuam no desenvolvimento turístico da capital paraibana, será promovido um ciclo de debates com os candidatos à prefeitura nas eleições de novembro versando especificamente sobre o segmento. A rodada de discussões acontecerá nos meses de setembro e outubro e constituirá oportunidade para que o segmento turístico possa conhecer a plataforma de gestão dos candidatos. Representantes do setor alegam que o turismo foi seriamente prejudicado com as medidas de restrição social, de caráter preventivo, face à proliferação da pandemia do novo coronavírus.

Os prejuízos se fizeram sentir com mais intensidade tanto em João Pessoa como em Campina Grande – nesta última cidade o turismo de eventos foi afetado a partir do cancelamento do “maior São João do mundo” e, ontem, foi anunciado o fechamento de um Instituto que intercambiava oportunidades para expansão do trade. O Convention Bureau tenciona articular o oferecimento de sugestões, no ciclo de debates, que possam melhorar efetivamente os programas e propostas apresentadas. A iniciativa conta com o entusiasmo e engajamento de entidades como ABIH, Abrasel, Abrajet, Seha, Sindetur e Singtur. Em cada encontro será apresentado um documento mostrando o atual quadro da atividade turística de João Pessoa.

A ideia é enfatizar basicamente os principais desafios que estão afetando o setor turístico e a necessidade do futuro prefeito disponibilizar compromissos e recursos suficientes em busca de soluções. A presidente da PB-TUR, Ruth Avelino, em declarações à TV Cabo Branco, confirmou que a atividade turística foi sobremaneira impactada com a paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus e pontuou que está havendo um esforço para retomada gradativa ajustada a medidas de flexibilização que têm sido tomadas por administrações. Salientou que da parte do governo tem havido plena receptividade à formulação de propostas e compromisso com o oferecimento de condições que possam viabilizar o soerguimento do segmento turístico e empresarial.