Air France antecipa fim das operações com o A380

Airbus A380 será substituído por aeronaves de nova geração

A Air France anunciou nesta quarta-feira (20) o fim de suas operações com o Airbus A380. Inicialmente programada para o final de 2022, a retirada progressiva do superjumbo foi antecipada pelo Grupo Air France-KLM devido a estratégia de simplificação da frota para tornar a companhia mais competitiva e diminuir os impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O grupo focará em aeronaves mais modernas e de alto desempenho.

Cinco superjumbos da frota atual são de propriedade da Air France ou estão sob arrendamento financeiro, enquanto quatro estão em contrato de arrendamento operacional. O impacto global da redução progressiva do Airbus A380 é estimado em 500 milhões de euros e será contabilizado no segundo trimestre de 2020 como custos/despesas não correntes.

O Airbus A380 será substituído por aeronaves de nova geração, incluindo Airbus A350 e Boeing 787 Dreamliner, cujas entregas estão em andamento.

Com a Air France, o A380 operava voos regulares de Paris para Atlanta, Los Angeles, Cidade do México, Nova Iorque, São Francisco, Washington e Xangai. O avião foi escalado para as operações do Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos de 2016, fazendo da companhia a segunda a operar o modelo no Brasil, após a Emirates.