Setor de bares e restaurantes de João Pessoa passará por transformações para oferecer atendimento com segurança

Estão sendo realizados investimentos em marketing digital para reinventar seus negócios

O setor de bares e restaurantes foi um dos mais afetados pela pandemia provocada pelo novo coronavírus. Segundo dados já divulgados pelo Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP), houve queda de mais de 80% no faturamento do segmento comparando os meses de janeiro a abril deste ano, além de demissões que ultrapassaram a casa dos 1.000. Para enfrentar a crise e voltarem a receber clientes dentro dos salões, os empreendimentos passarão por diversas transformações para criar um ambiente seguro para os seus clientes.

“O cenário é de muita dificuldade para o segmento, mas a gente se reinventa a cada dia. Vamos superar esse momento para, num futuro bem próximo, avançarmos mais”, avalia Graco Parente, presidente do SEHA-JP.

Seguindo protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e autoridades em saúde nacionais e internacionais, o reforço das medidas preventivas de cuidado e higiene serão prioridade na retomada das atividades. Para evitar a disseminação do vírus e manter o padrão de qualidade nos atendimentos, os bares e restaurantes farão adaptações internas.

Dessa forma, as mudanças incluem redução da quantidade de mesas e cadeiras para diminuir o número de pessoas dentro dos salões; distanciamento entre mesas e cadeiras com espaçamento de 1 metro entre cadeiras e 1,5 metro entre mesas; treinamento à equipe de colaboradores para reforço nos procedimentos de higiene na cozinha; utilização de equipamentos de proteção individual (máscaras e luvas descartáveis) para colaboradores e disponibilização de pontos de álcool em gel para funcionários e clientes.

As transformações no setor também pedem atenção ao distanciamento de 1 metro entre pessoas nas filas de entrada para o pagamento; uso de cardápio plastificado; oferta de talheres em embalagens individuais e, no caso dos restaurantes por quilo, a disponibilização de álcool em gel à vista para que o cliente possa higienizar as mãos e se servir com segurança.

Os empresários também estão investindo em estratégias de marketing digital e reinventando seus negócios. Alguns estabelecimentos já fizeram incrementações ao cardápio e disponibilizaram novos produtos e serviços por delivery, assim como promoções e vantagens. No caso do serviço de entregas, o reforço na higienização e o incentivo ao pagamento online já está sendo feito. A tendência é que o delivery seja cada vez mais aprimorado para reduzir o tempo de espera do cliente e entregar os produtos de acordo com a comodidade de cada pessoa.