Turismo na Rede

Por Fabiano Vidal

Folha de São Paulo decreta 2020 como ano perdido para o turismo do Nordeste

Os repórteres João Valadares e João Pedro Pitombo, em reportagem de 02 de maio sobre o turismo do Nordeste, trazem números estarrecedores e que causam muita dor de cabeça aos empresários do setor, que após a crise das manchas de óleo que reduziu drasticamente o número de turistas, se vêem em completo desespero em função da pandemia do Covid-19. Segundo dados da ABIH Bahia divulgados na reportagem, 90% dos hotéis estão temporariamente fechados, e os poucos que se mantiveram abertos mantém uma média de 10% de ocupação de seus leitos. Em Maceió, serviços de receptivo e proprietários de catamarãs e buggys já não tem turistas para conhecer os atrativos da região, estando completamente parados. No Rio Grande do Norte, apesar da liberação da governadora Fátima Farias para a volta das atividades hoteleiras, não houve retomada das atividades. Infelizmente, muitos funcionários perderam seus empregos por causa da pandemia. Na Paraíba, os empresários do setor lançaram a campanha "SOS empresas do trade turístico paraibano", onde cobram ações do Governo do Estado e da Prefeitura de João Pessoa para manterem suas atividades. De modo geral, os empresários da cadeia produtiva do turismo de todo país pedem a abertura de linhas de crédito, adiamento do pagamento de impostos e um apoio maciço na divulgação do turismo doméstico no período pós-pandemia.

Fechamento das praias de João Pessoa

Ontem, 04 de maio, o prefeito da capital paraibana, Luciano Cartaxo, decretou o fechamento temporário da orla marítima, incluindo as atividades na faixa de areia e nas calçadas, além de suspender, temporariamente, as atividades nos Parques da Lagoa e Parahyba. A determinação é válida até o dia 18 deste mês e a restrição da circulação de pessoas será coordenada pela Guarda Municipal, Sedurb e Semob. O objetivo é aumentar os índices de isolamento social, que no último sábado foi de 54,9%. 

Máscaras em voos

A partir de 10 de maio, as empresas aéreas GOL e Latam exigirão o uso obrigatório de máscaras de proteção a seus passageiros em seus voos. Na Azul, ainda não existe a obrigatoriedade, porém o uso da máscara é recomendada, pois ajuda a evitar a disseminação de doenças. Além do uso das máscaras, as companhias estão disponibilizando para passageiros e clientes álcool gel e realizando o distanciamento social nas filas de embarque, além da suspensão do serviço de cabine e o fechamento das salas VIP dos aeroportos para evitar aglomerações.

São João

Depois do adiamento do São João de Campina Grande para o mês de outubro, agora foi a vez das casas de shows Spazzio e Vila Forró cancelarem o São João Premium, que seria realizado nos dias 19 a 21 de junho. A decisão foi divulgada em nota oficial e levou em consideração o atual quadro de isolamento social e as restrições de mobilização, buscando seguir as determinações da Organização Mundial de Saúde para evitar a disseminação do coronavírus. As pessoas que adquiriram os ingressos para os shows programados por meio do site www.bilhetecerto.com.br terão o dinheiro devolvido pelo próprio sistema de compensação do cartão de crédito ou débito.

Fabiano Vidal é Bacharel em Turismo, Mestre em Ciências das Religiões e Doutor em Ciência da Informação.
E-mail: fabianovidaltur@gmail.com